A aprendizagem ativa consiste num conjunto de estratégias didáticas que podem ser utilizadas de forma isolada ou conjuntamente. Mais importante do que escolher uma única metodologia para ser aplicada durante todo o período letivo, é mais indicado que o professor faça o uso de diferentes metodologias, sempre considerando a diversidade de retornos que se espera.

Em termos gerais é possível identificar quatro grandes categorias de aprendizagem ativa:

Para a escolha das metodologias a serem aplicadas considere sempre (a) o tamanho da turma, (b) a disciplina ministrada, e (c) o tempo disponível para o desenvolvimento das atividades.

Algo muito importante no desenvolvimento de ações voltadas à aprendizagem ativa está ligado ao planejamento. Mais do que escolher o que será feito, é preciso saber como será feito, onde se pretende chegar com isso tudo e como será avaliado o resultado. Um bom sinal de sucesso na capacidade de implementar uma metodologia de aprendizagem ativa é quando o professor consegue “desenhar” o que será o final de sua aula e efetivamente alcança esse final.

A seguir é apresentada uma lista de questões/problemáticas para ajudar a estrutura uma aula com o uso da aprendizagem ativa.

  1. Quais são os objetivos da atividade que será desenvolvida?
  2. Quem será convidado a interagir? No caso dos estudantes, quais são os recortes que serão definidores das formações dos grupos (proximidade, gênero, nacionalidade, conhecimento prévio…). Em alguns exercícios importa mais a diferença em termos de história pessoal e escolar. Em outros o que se busca são os pares.
  3. Quando a atividade ocorrerá? Começo da aula, depois da explicação de algo, no final.
  4. Quanto tempo será necessário dedicar à atividade? Não se esqueça de considerar o tempo de explicação, formação dos grupos, execução e discussão posterior à atividade.
  5. O que se espera em termos de resultados? Os grupos deverão discutir apenas ou também deverão escrever algo? Se for para escrever, como e quando serão corrigidos ou comentados os resultados? Aqui também é importante deixar claro se os estudantes terão que colocar seus nomes numa possível entrega escrita, isso pode impactar no nível de liberdade de exposição, ao mesmo tempo em que pode permitir um menor comprometimento.
  6. Ao explicar uma atividade é preciso considerar o tempo de reflexão de cada um. Os grupos deverão iniciar imediatamente a discussão ou terão um tempo para se prepararem?
  7. Os trabalhos desenvolvidos serão utilizados para avaliação? Se forem, quais são os critérios considerados na correção?
  8. Os exercícios são desenvolvidos em duplas ou pequenos grupos, haverá o compartilhamento com o restante da turma? Como? Há tempo para todos se exporem? Se não houver, o professor solicitará por voluntários ou escolherá aleatoriamente quem vai expor?
  9. No que se refere à preparação, o que o professor precisa fazer? O que os alunos precisam fazer? Considere questões físicas, como reserva de salas e distribuição de fotocópias, a leituras prévias.

As perguntas apresentadas auxiliam na concepção, estruturação e implementação das atividades de aprendizagem ativa. No entanto, sem sempre os exercícios saem como esperamos, o que é natural vista a diversidade humana e das próprias turmas com as quais trabalhamos.

É importante considerar a possibilidade de resultados diferentes dos planejados. Se pergunte porque houve essa diferença. A seguir são apresentadas algumas dicas que podem ajudar a implementar estratégias com maior sucesso.

  • Se você estiver inseguro com relação a um exercício, procure algum que já existe e tente adaptá-lo às necessidades de seu curso.
  • Inicie com estratégias mais simples.
  • Depois de aplicado um exercício tome notas sobre o que ocorreu, usando-as para o aprimoramento do exercício.
  • Inicie o uso de estratégias de aprendizagem ativa logo no início de seu curso. Os alunos se acostumarão com a dinâmica e passarão a demandar esse tipo de prática.
  • Seja claro com os alunos em relação às escolhas metodológicas que fez e os resultados que espera. É importante que todos entendam que não se trata de entretenimento mas sim de uma escolha pedagógica pensada.
  • Estimule os estudantes a sentarem em lugares diferentes todas as aulas, isso diminui o vício entre pares. Também é possível formar os pares  ou grupos de forma aleatória.
  • Use questões colocadas e desenvolvidas nas aulas com aprendizagem ativa em provas.
  • Estipule, logo no primeiro dia, como você indicará o final do tempo dedicado à atividade.
  • Sempre observe o tempo indicado para a execução do exercício. Com o tempo os estudantes se acostumarão que o tempo é algo importante e buscarão se concentrar mais na atividade.
 

Leave a Reply